Zincagem mecanica

Zincagem Mecânica

Trata-se de um processo rotativo, não eletrolítico, que trabalha à temperatura ambiente (não afeta a dureza), utilizado para peças de alta resistência (ligas ou materiais que tenham tratamento térmico), que poderiam sofrer fragilização por hidrogênio se zincadas pelos processos convencionais.

Também não possui na linha de processo a operação de decapagem (através de ácidos), que poderia causar fragilização por hidrogênio.

Normalmente utilizado para parafusos, arruelas de pressão, molas, pinos, etc.

Trabalha em meio aquoso, onde são adicionados produtos químicos para preparação da superfície onde será compactado o zinco em pó com a utilização de esferas de vidro.

Portanto, trata-se de um processo mecânico, onde as esferas compactam o zinco na peça proporcionando a camada desejada.

Obtem-se resistência de 24 horas sem corrosão branca e até 96 horas sem corrosão vermelha em teste de névoa salina conforme ASTM B-117.

 

Processo: Sistema de revestimento por deposição de zinco em pó através de impacto, com utilização de esferas de vidro, em processo rotativo, sem uso de corrente elétrica e altas temperaturas.


Características: Boa resistência à corrosão

Aplicações:  Arruelas, molas e peças de alta resistência ( parafusos ) ou que tenham sofrido tratamentos térmicos, como têmpera, cementação, etc